Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 20 de maio de 2011

Anvisa interdita e suspende medicamento irregulares

Alguns remédios não apresentaram resultado satisfatórios, outros não tinham registro na agência

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou, nesta terça-feira (17), no Diário Oficial da União, a interdição cautelar e a suspensão de produtos irregulares. As medidas valem para todo país.

O lote 3CA82 (Fab. 01/2010 e Val. 01/2012) do remédio Vermiclase 40 mg/ml (Albendazol), produzido pela empresa Cifarma Científica Farmaceutica Ltda., de Goiânia (GO), está sob interdição cautelar por apresentar resultado insatisfatório nos ensaios de Análise de Rótulo e Potenciometria.

Estão suspensas, também, a fabricação, distribuição, comércio e uso do produto Moreira Pecan, fabricado pela empresa Multiervas Naturais do Amazonas Ltda. O produto não possui registro na Anvisa e a empresa não tem autorização de funcionamento.

A interdição cautelar é valida pelo período de 90 dias depois da data de publicação no Diário Oficial da União. Durante esse periodo, o produto interditado não deve ser consumido e nem comercializado. Já a suspensão é definitiva e tem validade imediata após divulgação da medida no Diário Oficial. As pessoas que já tiverem adquirido algum produto dos lotes suspensos devem interromper o uso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário