Aplicativos, carreira, concursos, downloads, enfermagem, farmácia hospitalar, farmácia pública, história, humor, legislação, logística, medicina, novos medicamentos, novas tecnologias na área da saúde e muito mais!


sexta-feira, 20 de maio de 2011

"É importante participar das enquetes da Anvisa"

No canto inferior do site da ANVISA (http://www.anvisa.gov.br/) vez por outra temos a oportunidade de encontrar uma enquete a ser respondida. Os temas variam.

O desta semana é sobre o “Novo Portal da ANVISA”. E as perguntas basicamente são se o usuário está satisfeito com o conteúdo, com o acesso ou se teve dificuldade de encontrar o que precisava.

Até o momento da publicação deste artigo, a opção “teve dificuldade de encontrar o que precisava” liderava a pesquisa com mais de 90% das respostas.Aqui cabem alguns comentários.

Eu sempre defendi abertamente, a crítica construtiva, ou seja, o comentário pelo comentário, sem uma idéia de como corrigir os problemas, não leva a nada, senão a mais problemas.

A troca de idéias, o contraditório, tem que existir. E a riqueza do matiz social em que vivemos está exatamente nisso. É na troca de idéias, ainda que absolutamente opostas, que crescemos e amadurecemos. Crítica sem sugestão construtiva é destruição pura. Sem sentido.

Portanto, ainda que alguns temas postos pela ANVISA em suas enquetes pareçam pouco convidativos, sempre vale a pena participar. Como Agentes Regulados, como interessados e como cidadãos.

O outro comentário que cabe fazer, é que mais esse canal de comunicação da ANVISA deixa a desejar mais do que ajuda. Ao menos é isso que as respostas dos respondentes refletem.

E o que fazer a respeito? Por que é tão difícil para a Agência corrigir os problemas de comunicação, claramente apontados como um dos principais empecilhos dos Agentes Regulados para com a ANVISA?

Tenho circulado por muitas empresas e as queixas se repetem: as (os) atendentes do “Fale Conosco” são muito gentis, mas as respostas nunca chegam, ou quando chegam, são evasivas...

E quando é que a Agência vai para de usar esse expediente pueril de não responder objetivamente a nada que se pergunta? Bem, se a sociedade não se mobilizar, ainda teremos muito que criticar.

Porém, que fique bem claro que as coisas não se resolverão por si só. Sem a pressão legítima da sociedade organizada, governo algum vai se mobilizar em direção a melhorias. E o dinheiro que financia isso tudo vem dos nossos impostos e das taxas que pagamos. Portanto, nos cabe valorizar o nosso próprio suor...

postado por Roberto Latini

http://www.saudebusinessweb.com.br/blogs/blog.asp?cod=66

Nenhum comentário:

Postar um comentário